Buscar

Relatório 2021 - NOVOS PARADIGMAS E APRENDIZAGENS

Atualizado: 25 de jun.




Relatório de Atividades: Novos Paradigmas, novas aprendizagens para enfrentar o que está por vir.

PROGRAMAS SOCIOEDUCATIVOS

O ano começou nos movimentando para fora. O Covid-19 atingiu 40% das nossas famílias atendidas e colaboradores. Ainda assim, fizemos um movimento de coragem pedindo para que as famílias participassem de alguns eventos na Associação, com datas pontuais de época. Muitas famílias optaram em manter as crianças em casa recebendo as orientações pelo whatsApp. As educadoras fizeram algumas sugestões de vídeos e atividades como, música, teatro, tintas com terra, e variadas receitas de pães, bolachas e bolos. As crianças não precisam de muitas coisas para se manterem saudáveis e para encherem o seu baú de conhecimento, experiências e vivências. Para isto foi preciso manter um ritmo saudável e diário com atividades de concentração e de expansão. Atividades simples do dia a dia, como: lavar, cozinhar, arrumar, limpar, cuidar não só ajudam as crianças a estarem aprendendo como também ajudam no desenvolvimento de sua coordenação motora tornando-as seres habilidosos e com impulso do servir com um olhar para o todo. É preciso estabelecer um ritmo, a criança aprende primeiro lendo o mundo, fazendo vivencias verdadeiras e com sentido e só depois ela vai conseguir fazer as abstrações como ler e escrever. Se a criança é capaz de se entregar por inteiro ao mundo ao seu redor em sua brincadeira, então em sua vida adulta será capaz de se dedicar com confiança e força a serviço do mundo." Rudolf Steiner

IMPACTO, O QUE FICOU DOS PROJETOS CONCLUÍDOS.

Educando em meio a Biodiversidade Resultados: Desenvolvimento das crianças em um ambiente natural. Atividades semanais de horticultura e jardinagem seguindo os preceitos da agricultura orgânica e biodinâmica e cultivo do meio ambiente para uma alimentação saudável. As crianças sentem-se livres no espaço, se intregram com as plantas, insetos e animais silvestres como parte de seu aprendizado. Todos adotamos a linguagem da natureza e os principios de sustentabilidade. A horticultura e produção agricula, passaram de projeto específico a programas permanentes. Parceria FUMCAD - Prefeitura do Estado de São Paulo * finalizado em em abril de 2021


Projeto:Desenho Permacultural - criação de sistemas humanos sustentáveis valorizados pela agricultura biodinâmica. Resultados: Rica troca de conhecimentos com a equipe pedagógica e outros colaboradores, aumento no repertório de todas as pessoas envolvidas. Definição de um Plano de ação conforme Design Permacultural pautado na auto gestão, horizontalidade e descentralização do conhecimento. Melhoramento do espaço/área/terreno, melhorando a relação com a água, a compostagem, e a produção de alimentos. Novas infraestruturas de bioconstrução: Manejo da terra: Bancos e tanque de areia de hiperadobe. Manejo de bambú: estruturas de jogos, instrumentos sonoros, estantes, portões, varais e galinheiro com bambú. Parcerias: Associação SAGST Fundação Software AG-Instituto Mahle *Finalizado em abril de 2021

Voluntariado e ações sociais em parceria.

Projeto: Promoção Humana e Terapêutica através da Arte. Música, Dança e Movimento. Continuidade do projeto cujo financiamento foi finalizado de dezembro de 2020, através da ação voluntária das profissionais que colocaram acima de tudo a importância de atender as necessidades sociais e desenvolvimento de habilidades da crianças atendidas. Promover o ser humanos em suas potencialidades e propiciar ferramentas para superação de carencias físicas, emocionais e intelectuais. Ampliar as habilidades cognitivas, culturais e sociais, como forma de expressão na sociedade como cidadão atuante na sua cultura, participando na sociedade em que está inserido. Parceria: voluntariado Ju Jitsu: Luciana Helena de Barros Circo: Ciléia Biaggioli e Marcela Barreto de Oliveira Fernandes

CELEBRANDO E AGRADECENDO AS AÇÕES VOLUNTÁRIAS


FORTALECIMENTO E NOVAS PARCERIAS PARA PROGRAMA SOCIO ASSISTENCIAL EMERGENCIAL

Sementes Oré Projeto de segurança alimentar Campanha de cestas básicas. Apoia o germinar de projetos voltados para o florescer da vitalidade comunitária e conexão entre pessoas em diferentes fases da vida. Pontes da Terra Campanha de cestas hortifruti Cria conexões entre agricultores familiares e pessoas com dificuldade de acesso ao alimento nas cidades, ambos impactos negativamente pela crise do coronavírus.

Alunos e alunas do 1º ano A, da Profª. Rafaela - Escola Waldorf Rudolf Steiner. AÇÃO SOLIDÁRIA DE ARRECADAÇÃO FINANCEIRA PARA COMPRA DE ALIMENTOS. O valor arrecadado contribuiu para a entrega das 140 cestas que foram distribuídas mensalmente.

ONG Banco de Alimentos Recolhe alimentos que já perderam valor de prateleira no comércio e indústria, mas ainda estão aptos para consumo, e os distribui onde são mais necessários. No lugar de descartar legumes, massas, frutas, entre outros, os parceiros doam os excedentes à ONG que repassa tudo às entidades sociais cadastradas no projeto. Colonia de Férias Araucária Colônia de férias embasada na proposta Waldorf. Não mediu esforços para desenvolver uma ação emergencial que desse uma resposta frente ao risco de fome a que muitas pessoas ficaram sujeitas com a pandemia. Projeto Formiguinha Uma ONG de amigos que leva dignidade pra quem realmente precisa. Distribuição de Cestas Básicas. Orgânicas para todes O projeto Orgânicas para todes é um coletivo que articula venda e doação de produtos orgânicos.

Grupo Socorrista São Francisco de Assis CONTRIBUIÇÃO FINANCEIRA MENSAL PARA COMPRA DE ALIMENTOS Sitio Nossa Vida Distribuição de Yakissoba para familias da Campanha de doação de cesta de alimentos básicos. RESULTADOS EM DESTAQUE

Ações socio assistenciais

Distribuimos 1680 cestas para famílias afetadas pela pandemia, cujo as medidas protetivas e de isolamento social, acarretaram situação de desemprego, famílias que já se encontravam em situação de vulnerabilidade social, sem acesso aos programas sociais e sem auxilio emergencial, famílias em situação extrema, sem acesso a alimentação básica. Também no ano 2021 a Campanha Pão &Amor, iniciada no 1º ano de pandemia, atendeu a população intergeracional separada pelo acesso ou falta de bens e serviços públicos fundamentais. Os afetados na sua maioria são idosos. População no distrito de Parelheiros: 202.321 (2017)Índice de envelhecimento 41,82%População com 60 anos ou mais 9,75%População com menos de 15 anos 23,32% Entre familias das crianças atendidas e população intergeracional distribuimos aproximadamente 1.344 kilos de pão integral, feitos na associação.

Áreas de atuação Programa socioeducativo, socioambiental e Equipe de sustentação.


Apesar dos muitos desafios e as incertezas que pairavam no ar, mantivemos nosso atendimento com um total de 100 crianças matriculadas, sendo que 50 delas estiveram conosco diariamente, gozando dos benefícios de uma alimentação saudável e ocupação do tempo livre com atividades de qualidade, com segurança e proteção social. Apostando nos projetos socio ambientais promovemos : coleta seletiva e reciclagem, o desenvolvimento de habilidades praticas na cozinha, em infraestruturas de bio construção e agricultura familiar com plantio e cultivo seguindo os preceitos da agricultura biodinâmica, de mais de 49 espécies entre raízes, hortaliças, ervas aromáticas, ervas medicinais, e outras plantas alimentícias não convencionais (PANC). Todo o trabalho foi realizado com a colaboração de muitas pessoas; nossa equipe de colaboradores-as contratados, prestadores de serviços e voluntários. Toda a programação foi financiada com recursos privados da sociedade civil e organizações de responsabilidade social, sem as quais nada disso haveria sido possível.

Experiencia Piloto. ECO ALDEIA PEQUENO PRÍNCIPE, entre os dia 4 e 24 de janeiro 2021, desenvolvemos uma experiencia piloto, que teve como objetivo reunir pessoas num centro de educação não formal e biodiversidade em pról da sustentabilidade. Nesta proposta vivenciamos a harmonia com a natureza através do manejo de horta, agrofloresta, bioconstruções, adaptação das estruturas convencionais em estruturas permaculturais, tratamento de resíduos sólidos e orgânico e cosmovisão.

RESPEITAMOS TODAS AS MEDIDAS PROTETIVAS DECRETADAS PORÉM A COMUNIDADE NÃO FICOU DESASISTIDA GRAÇAS A DEDICAÇÃO DE PESSOAS QUE SE ENVOLVERAM COM AMOR E CORAGEM ACREDITANDO QUE TUDO VAI DAR CERTO !E ASSIM FOI!


Iniciativas autosustentáveis

Cozinha produtiva: Menús de Café da Manhã, coffee Break, almoço, lanches, pães integrais, biscoitos, patês, doces... Feito com produtos orgânicos e biodinâmicos, cultivados em nossas hortas. (Bufett e Delivery) Economia Colaboorativa : Roupas, sapatos, brinquedos, móveis, eletro domésticos de segunda mão. * doação de roupas de crianças. Projeto Guardiões do Pequeno Príncipe Vigilância, cuidado e manutençção ocupação do espaço com contribuição consciente.

INVESTIMENTOS


Total de Despesas R$ 801.816,82 Total de Receitas R$ 713.477,79

Parceria: R$ 563.932,96 - Fundação Andando/F. der Erziehungskunnst - Escola Waldorf Rudolf Steiner - Amarilis/Semente Oré Projetos: R$ 66.776,12 - Projeto Guardiões - FUMCAD Campanha Cestas Básicas: R$ 41338,03 - Pessoas Físicas - Pessoas Jurídicas Doações Genéricas : R$ 10.103,44 Iniciativas sustentáveis: R$ 31.327,27

Recursos Humanos R$ 492.439,93 Concessionárias R$ 23.637,76 Alimentação R$ 42.894,71 Mat. Pedagógico R$ 4.026,65 Mat. Hig. Limpeza R$ 1.727,23 Mat. Utens. de cozinha R$ 918,20 Mat. agric. e avicultura R$ 1.179,80 Mat. escritório R$ 2.486,68 Manutenção R$ 21.484,50 Contabilidade R$ 13.660,00 Transporte R$ 4.740,49

Contingências R$ 4.800,00 Indenização R$ 20.000,00 Cursos R$ 500,00 Despesas Diversas R$ 7.000,92 Equipamentos R$ 8.289,95 impostos R$ 9784,49 Ajuda de custo: R$ 450,00 Taxas Diversas: R$ 1.013,32 Projetos Guardiões: R$ 49.916,00 Projeto Permacultura: R$ 11.890,00 Campanha Cestas Básicas: R$ 61.288,19 Servs. 3ºs. R$ 17.688,00

NOVOS PARADIGMAS E APRENDIZAGENS

Dedicamos este relatório a nossa colaboradora Ivete da Silva Batista que faleceu no dia 10 de maio de 2021, vítima do COVID-19. Ela antes de trabalhar conosco foi uma voluntária dedicada e amorosa, contribuindo com dedicação e entrega, sempre que era requerida. Nos últimos anos trabalhava como assistente administrativa, crescendo sempre mais e mais e se desenvolvendo tanto profissionalmente como pessoa. Ivete deixou saudades, e um espaço dificil de preencher. Dias depois, 03 de junho o marido da Ivete também faleceu de COVID-19, o casal deixou 2 filhos orfãos.

NOVOS PARADIGMAS E APRENDIZAGENS: Apesar da grande tristeza que assolou nosso coração e consequentemente nosso ambiente de trabalho, tivemos que nos manter firmes para continuar, atender as crianças que começaram a voltar pouco a pouco, além de cumprir com nossos compromissos e obrigações trabalhistas e juridico-administrativas. Também estivemos atentos aos protocolos de flexibilização e medidas protetivas do COVID19 . Conforme o previsto no cronograma de redução de verba da mantenedora, tivemos mais uma redução no quadro de colaboradores, desta vez demitindo 2 pessoas. Nossos esforços para conseguir uma parceria com poder público, foram infrutíferos, por motivos de força maior causados pela situação de pandemia. Nossa captação de recursos esteve dedicada a atender demandas de distribuição de cestas básicas. Nossas entradas de custeio sofreram um decrescímo de 40% em moeda estrangeira, fato que compromete nossa principal fonte de recursos oriunda do setor privado. Para o futuro próximo, nos sentimos um pouco pessimistas. Tal como havíamos previsto se observa um aumento significativo de demanda de serviços socioassistenciais. Terminamos 2021 com a rematrícula de todas as crianças atendidas presencialmente (90), para 2022. Nesse fatídico ano aprendemos que a sombra da tristeza pode se tornar uma força, se formos capazes de iluminá-la com a luz do amor. A força da tristeza atuou em nós, abrindo nossos corações, nos fazendo aceitar o que não podemos controlar, viver o luto para depois soltar, desapegar... Aceitar nossas incapacidades e pedir ajuda. Além de seguir apostando nos projetos socioambientais, na agricultura familiar, reciclagem, desenvolvimento de habilidades práticas (cozinha, costura, marcenaria, bioconstrução, terapias integrativas) permacultura, formação de comunidades intencionais e grupos de apoio, sustentabilidade e economia viva. Acreditamos que esses novos tempos requerem intervenções de saúde integrada, segurança alimentar e continuidade do atendimento socioeducativo e de proteção social extendendo-o para a faixa etária de 12 a 16 anos com atividades que contemplem a Pedagogia do Fazer.

SOMOS GRATOS!

F



CELEBRANDO E AGRADECENDO AS AÇÕES VOLUNTÁRIAS







SOMOS GRATOS!